sexta-feira, 29 de março de 2013

Entrevista - Lilian Reis



E aí, galera, beleza? Prometi há algum tempo algumas entrevistas com autores de livros que resenhei.
Confesso que os atrasos nos últimos posts são de culpa inteiramente minha.
Mas vamos lá. É com orgulho que comunico que a entrevistada de hoje é ninguém menos que Lilian Reis, autora do livro “Eu, meu pai e os meus outros amores”, cuja resenha você encontra AQUI.
Em entrevista ao Blog, Lilian fala um pouco mais sobre a mulher que divide um corpo com uma incrível escritora, fala sobre um novo trabalho, que dará continuação à “Eu, meu pai...” e afirma que acredita em Anjos da Guarda.

1.      D. L. – Como surgiu a ideia do livro?

Surgiu da vontade de falar de amor. Não só amor homem/mulher, mas também o amor paterno, materno, fraterno e pelas coisas de um modo geral.

2.      D. L. – Qual a diferença entre a escritora e a mulher Lilian Reis?

Bem, como escritora eu posso ser quem eu quiser. Sonhar, inventar, viver em um mundo fictício, criar situações, ou seja, me permitir.
A mulher Lilian Reis é como outra qualquer sonha, mas nem sempre pode realizar seus desejos, vive em um mundo real que às vezes cruel, se criar alguma situação, tem de arcar com as consequências, e, nem sempre, pode se permitir. Lilian Reis vive num mundo real. Cuida de sua casa, família e tem de equilibrar seu tempo como qualquer outra mulher.


3.      D. L. – A emoção traduzida nas páginas do livro são muito fortes. Não posso deixar de perguntar: você tinha problemas com seus pais?

Rsrsrs. Todos me perguntam isso, mas não. Ao contrário de Jade, meus pais se amavam e presenciei isso até quando ela se foi. Meu pai é vivo graças a Deus. Nunca tive problema algum com ele. Mas, uma coisa posso dizer, meu pai é, sim, um herói. Faz de tudo por nós, suas filhas, até hoje. Ele tem 67 anos e é um homem forte e saudável.


4.      D. L. – Fred e Jade, os protagonistas da estória, possuem um amor profundo, uma paixão ardente que muda os dois a todo o momento. Você acredita que paixões assim existam fora da literatura?

Acredito que possam existir sim. Claro, quando se é jovem é diferente. Depois o amor torna-se maduro... Os relacionamentos tornam-se diferentes.


5.      D. L. – O medo da Jade quanto a sua primeira vez assombra-a em vários momentos. Que mensagem você daria para meninas que vivem a mesma situação?

 Acho que dei a Jade a resposta. A mensagem é esta: Não fazer amor por fazer, tem de ser no momento certo. Com um cara que valha a pena.

6.      Sitael é o anjo da guarda de Jade. De onde veio a ideia de misturar esse “Fenômeno Religioso” a uma estória de amor?

 Porque acredito que existam os Anjos da guarda.

7.      D. L. – É verdade que você escreverá um livro sobre o Duke (o irmão do protagonista de “Eu, meu pai e os meus outros amores”)?

Sim, na verdade não é somente sobre Duke. Ele terá mais voz na segunda história, com certeza, mas Jade ainda enfrentará dificuldades, ainda haverá conflitos, o relacionamento dela e de Fred passará por provações...


8.      D. L. – Que escritores te influenciaram na tarefa da escrita?

Inúmeros, vou citar um deles: Nickolas Sparks. Adoro a maneira como escreve, sempre abordando temas reais e possíveis de acontecer.


9.      D. L. – Como você vê a literatura nacional hoje?

Em ligeira ascensão. Acredito que está melhor do que alguns anos atrás. E a tendência a melhorar.


10.  D. L. – J. K. Rowling, a escritora de Harry Potter, foi diversas vezes renegada por editoras de seu país. Você teve medo de ser rejeitada também?
Acho que esse é o medo de todos os autores. Sim, claro.

11.  O que diferencia “Eu, meu pai e os meus outros amores” de outras histórias de amor?
Acredito que a simplicidade. O tema. Houve pessoas que acharam simples demais. E esta foi minha intenção. Escrever uma história simples, possível de acontecer, sem fantasias. Embora eu ame histórias complexas e ame fantasias. Queria uma história diferente das que leio ultimamente. Procurei retratar a vida de uma típica família de fazenda. Num cenário de belezas naturais onde não existem muitos recursos, mas que foi o lugar perfeito para o que pretendia.

12.  D. L. – uma mensagem para os leitores do blog.

Bem, em primeiro lugar agradeço a oportunidade de poder falar um pouco de mim e de meu livro. Acredito ser importante essa interação para que as pessoas conheçam um pouco da pessoa que criou aquela estória que leu e que talvez possa falar um pouco para ela. Espero realmente que as mensagens do livro sejam aproveitadas, pois ele, no fundo, nos deixa muitos aprendizados importantes. Para mim o maior, o perdão, mas tem muito, muito mais...
                                                                                          Beijos, Lilian Reis.
Entrevista: Kaio Rodrigues


Pessoal, adoro a Lilian, e isso não é segredo para ninguém. Receber um livro autografado, e, mais que isso, ter a honra de entrevistá-la, é um presente incrível. Só tenho que agradecê-la, e agradecer também a você que acompanha o blog.
O Dia de Leitor é de vocês.
Abraços Literários.

8 comentários:

Liliana disse...

Aiiinn Kaio, que emoção! Obrigada amigo. Amei a forma como colocou as palavras. Muito bacana! beijo. Lilian.

Bhya disse...

Lilian sempre um doce *-*

Marli Carmen disse...

Oi, adorei conhecer mais da autora e saber que ela está escrevendo. Vou ler o livro dela..na verdade vou começar hoje hehehe
Beijooooooooossssssss
http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

Marcia Lopes disse...

Adorei Kaio, eu também tenho vontade de fazer uma entrevista com ele, parabéns pelas perguntas bem elaboradas e a Lilian é uma fofa!
Bjs
http://mundoliterando.blogspot.com.br/

Sil disse...

Quando vi o livro pela primeira vez fiz uma ideia completamente diferente dele. Mas depois que vi que o livro era sobre amor em família também. Legal a entrevista. Adorei saber que ela foi influenciada por Nicholas pois amo ele.

http://blogprefacio.blogspot.com.br/

Escuta Essa disse...

Muito legal a entrevista gostei e a capa desse livro é muito bonita. Estou curiosa pra ler ;)
O seu blog é muito legal e já estou te seguindo.
Te convido a vir conhecer o meu blog e se gostar me seguir também ;)
Beijinhos
Renata
Escuta Essa
http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
@blogescutaessa

Nizete disse...

Este é um livro que olho todos os dias e desejo abri-lo e ler. Farei isso o mais breve possivel, assim que acaber a atual leitura. Adorei conhecer mais a Lilian e mais ainda o que tenho nas mãos.

Parabéns pela bela entrevista.
Bjokas
Ni
Cia do Leitor

DAYANA ARAÚJO disse...

Oi .Adorei a entrevista com a Lilian.Sou fã dela antes mesmo de ler o livro,espero ler em breve =)

beijos.


www.diariodeumasonhadora2.blogspot.com.br

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates